sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Então eu vi: Star Wars - O Despertar da Força



Após anos de espera finalmente foi lançado, ontem dia 17/12/2015, o sétimo filme da franquia Star Wars e o filme é simplesmente demais.

ATENÇÃO: Abaixo contém uma análise do filme, de forma crítica e com Spoilers. MUITOS SPOILERS. Se você ainda não viu o filme, não leia. Ou leia apenas se não se importar em saber das surpresas antes de ver o filme. Você foi avisado. Que a força esteja com você.

Particularmente eu não sou muito fã dos Episódios 1, 2 e 3. Eu gosto, assisti quando criança e me emocionei mas quando penso em Star Wars eu penso nos Episódios 4, 5 e 6. Principalmente no 5, que para mim é o melhor. Quando vi a noticia de que teria o Episódio 7 eu fiquei sem reação. Era a realização de sonho. E que sonho que demorou para se realizar. A espera foi grande, mas ontem enquanto eu estava na fila da pipoca eu já estava me segurando para não chorar. Não é frescura, é apenas a reação de quem é muito fã de alguma coisa.
E parece que teve mais trailers que o normal só porque eu estava nervosa. Mas quando tudo ficou preto e na tela a tão famosa frase ''A Long Time Ago In A Galaxy Far Far Away'' apareceu eu desisti de segurar as lágrimas. Quando mostrou Star Wars e começou a melhor musiquinha do mundo eu já estava chorando. Finalmente eu veria o filme mais aguardado da minha jovem existência.

O filme teve muitos trailers e cenas divulgadas e com isso começaram várias especulações, como por exemplo: Onde esta o Luke? Por que ele não aparece nos trailers?

Spoiler 1: O Luke desapareceu. Após o Episódio 6 ele passou a treinar jedis e um acontecimento o deixa muito desapontado e ele decidi sumir, por algumas décadas, e procurar o primeiro templo Jedi. R2d2 entrou em modo de pouca energia desde então e nunca mais ligou. A galaxia inteira esta atrás dele, mas ninguém o encontra.

Leia não é mais uma princesa e sim uma General da resistência. Ela não esta mais com o Han Solo, pelo menos não no começo do filme, e dedica sua vida a tentar trazer a Republica de volta.

Spoiler 2: Nos foi apresentados novos personagens e uma delas é a Rey. Ela foi abandonada, ainda criança, em um planeta praticamente deserto e não se lembra da sua família. Ela é uma catadora de sucata e vive sozinha. No decorrer do filme descobrimos que ela tem grande nomino sobre a força e já domina os poderes da mente e luta muito bem com o sabre de luz. Eu achei completamente sem sentido ela já ter domínio sobre a força visto que até pouco tempo ela achava que tudo não passava de um mito. Como de uma hora para a outra a menina já sabia das coisas? Luke teve todo um treinamento com o Yoda, sofreu, não dava conta, teve que ter paciência e de repente a Rey já saber de tudo foi uma coisa que me deixou descontente.

Outro novo personagem é o Finn. Ele foi tirado de sua família e treinado para ser um Stormtrooper. Mas ao ver uma aldeia ser destruída ele se arrepende a ajuda Poe Dameron, um piloto da resistência que foi capturado, a fugir. Após a nave com os dois cair, ele que até então estava sozinho conhece a Rey e mente dizendo que é da resistência.
Poe tinha um droide, BB8, que tinha um mapa com a localização do Luke e esse droide encontra a Rey e quando Finn reconhece o droide diz que eles têm que levar o droide para a resistência. Eles roubam uma nave e saem pela galaxia a fora.

E que nave era aquela? Millennium Falcon.
Finn e Rey acabam caindo em uma emboscada e conhecem Han Solo e Chewbacca. Ambos voltaram a fazer o que sabem de melhor que é contrabandear.

A emoção de ver o Han Solo me fez suar pelos olhos mais uma vez. E ele continua o mesmo garanhão e engraçado. E principalmente, dando golpes.

Spoiler 3: O grande vilão do filme, Kylo Ren, foi motivo de grandes especulações sobre quem ele era. Uma pá de gente apostava que ele era o Luke que tinha decidir seguir o Lado Negro. Nada disso. o implacável e frio Kylo Ren é nada mais nada menos que o filho do Han Solo com a Leia. Ele foi inicialmente treinado pelo Luke até que se voltou para o Lado Negro. O filme não nos conta por que ele se revoltou, ou surtou. Só nos diz isso: Ele estava sendo treinado para ser um Jedi e ficou do mau. Foi esse acontecimento que fez o Luke desaparecer porque ele se sentiu culpado. Após isso Han e Leia se separaram porque ambos sofreram com a ''perda'' do filho.

Existe a Primeira Ordem, que é o reminiscente do Império, e que é combatido pela Resistência da Republica. Ele é comandado por Snoke, um ser que não é explicado o que é, de onde veio e nem nada. Kylo Ren responde diretamente à ele.

Uma coisa que eu gostei muito no Kylo, como vilão, é que ele vive com duvidas se esta no Lado certo, ele se sente ''puxado'' para o Lado da Luz e trava lutas internas muito legais. Ele é oposto de Darth Vader e isso foi legal, porque não tentaram recriar o mesmo vilão. Ele me pareceu meio louco, e teve uma ''conversa'' com o capacete do Darth Vader, todo queimado e retorcido ( que eu quero saber como ele conseguiu, já que foi o Luke que colocou fogo) e disse que ia '' terminar o que Darth começou''.

Alerta Spoiler super mega power:
Todos sabemos que Luke, Leia e Han já não são mais aqueles garotinhos. Eles são idosos com uma longa história que nós amamos a muitos anos. Também sabemos que os atores não vão durar para sempre, o que é bem triste. Logicamente que em algum momento os três vão morrer, já que Darth, Obi Wan e Yoda já morreram. Ok, até ai tudo bem. Difícil de aceitar, mas é a vida.
O que eu não esperava era que Han Solo fosse morto por seu próprio filho. Ele decide tentar trazer Kylo de volta para o Lado da Luz e por um momento achamos que ele iria mesmo voltar. Ele entrega seu sabre de luz para o pai, mas continua segurando. Então ele liga o sabre, fazendo com que atravesse o peito do Han, depois joga seu corpo sem vida para o abismo.

O filme não nos deu um tempo para digerirmos isso. Logo após essa cena já teve lutas e uma pá de coisas e eu ainda estava chorando até a hora dos créditos. Ficou corrido essa parte, poderiam ter nos deixado assimilar a morte do Han.

Logo no fim do filme a Resistência consegue o mapa para achar o Luke e é Rey que vai atrás dele. Ela o encontra, ele da aquela virada dramática e fica uns segundos focado no rosto delel então nós percebemos que Mark Hamill já não é aquele menininho lá de Uma Nova Esperança e sim um senhor de 64 anos, não tão conservado como o Harrison Ford. Enfim, a Rey estende o sabre que era do Anakin e depois foi dele e ele fica olhando o sabre e acaba o filme. Assim, sem ele dizer uma única palavra. Tudo bem, não estou reclamando. Mas eu esperei minha vida toda e ele não disse um única palavra. Machucou meu coração. Mas tudo bem.

Critica final:
O filme é bom. Muito bom. Diferente dos Episódios 1, 2 e 3 eles não ficaram focando em efeitos especiais. Os efeitos eram a cereja do bolo. A história foi muito bem criada, os novos personagens foram muito bem inseridos, eu gostei do fato de a história deles não ter sido contadas. Eles nos apresentaram cada uma deles de forma rasa, o que já da um gancho para o próximo Episódio, onde vão ter que contar a origem do Snoke, a história do Kylo, quem é a Rey, como foi a criação da Primeira Ordem e outras coisas. Meu maior problema com o filme foi, como eu já disse, o fato da Rey já dominar a força do nada. Espero que tenha uma explicação para isso. E obviamente a morte do meu Han Solo, que eu sofri e fui pega desprevenida. Diferente do Anakin eu acho que o Ben (nome de batismo do Kylo Ren) não vai conseguir voltar para o Lado da Luz tão facíl. O fato dele matar o próprio pai olhando nos olhos dele nos mostra que eu esta muito mais inserido no Lado Negro, já que o Darth Vader não conseguiu matar o Luke. Sem falar que ainda tinha bondade no Vader, e isso não existe no Kylo. Ele foi um puta vilão, muito bem criado, muito bem executado e com um caminho que da gosto de esperar para assistir o que ele vai fazer.
Eu acho que a Rey é filha do Luke ou do Obi Wan para poder ter tamanho domínio da força. Durante um tempo eu achei que ela fosse irmã do Kylo, mas isso ia ser clichê demais.

O que nos sobra? Esperar pelo Episódio 8 que será lançado em 2017 e como a esperança é a última que morre, vai que o Han não morreu né? Se bem que nem eu mesma acredito nisso. N

Nota 9 para o filme, porque 10 só o Império Contra Ataca. #SaudadesYoda

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Happy Birthday: Britney Spears

Hoje é aniversário da Princesinha do Pop, e minha cantora preferida EVER: Britney Spears.
Não falar sobre a vida dela porque já tem um post aqui no Blog contado tudinho sobre ela nos mínimos detalhes para ler clique aqui  

Para comemorarmos mais um aninho de vida dessa Diva vou fazer um top com as minhas 10 músicas preferidas dela.

1- Lucky


2- Born To Make You Happy



3- My Prerogative



4- Sometimes



5- I'm Not A Girl Not Yet A Woman



6- Womanizer



7- Circus



8- Everytime



9- Overprotected



10-  Someday




Parabéns e muitoooos anos de vida para a Brit