quinta-feira, 17 de julho de 2014

3 anos de Pequeno Grande Amor



Hoje faz três anos que eu criei o Pequeno Grande Amor.
Muita coisa mudou desde então. Quando eu criei o Blog eu estava no primeiro ano e estava apaixonada e iludida. Hoje, na faculdade, eu sei que nem tudo o que reluz é ouro e que o para algumas pessoas o amor não é o suficiente.
Admito que acabei deixando o Blog um pouco de lado no meio de tanta mudança que ocorreu na minha vida, mas nunca deixei de me importar.
Sou muiiito grata á todas as pessoas que leem oque eu escrevo e acreditam em mim.
Muito obrigado por não me deixarem falando, ou melhor: escrevendo sozinha.
O Pequeno Grande Amor é inteiramente dedicado a vocês.
Bj Bj: Dii

terça-feira, 8 de julho de 2014

Não ganhamos a copa mas temos o David Luiz

"Desculpa a todo mundo", diz David Luiz na saída do campo GABRIEL BOUYS/AFP

Brasileiros e brasileiras estão bem triste agora após a goleada de 7x1 que a Alemanha deu em cima da nossa Seleção.
Acho que todo mundo, mesmo os ''revoltados'' (Revoltados que eu digo são aquelas pessoas que usavam as redes sociais para falar mal da copa mas que mal esperavam o jogo começar e já estavam com os olhos colados na Tv) queria ver o Brasil ser Hexa numa copa no nosso país. Infelizmente não foi. A culpa não foi do Neymar, ou da falta dele no jogo, a culpa não foi do Thiago Silva, a culpa não foi nem do Julio Cesar, porque sinceramente um goleiro não pode fazer tudo sozinho.
A culpa mesmo foi do Felipão que além de convocar jogadores péssimos não soube a hora de tira-los de campo e tentar com outros. Ficar insistindo com o Fred que não fazia merda nenhuma foi com certeza uma revolta para todos os torcedores.
Mas não vou me estender nisso não.
O fato é que passou. Perdemos. Próxima Copa pode ser melhor.
Mas temos o David Luiz.
O que dizer sobre ele não é mesmo? Homem guerreiro, honrado, merecedor de levantar a taça.
David Luiz mostrou um bom jogo e boas atitudes fora de campo.
Logo após o jogo ele deu uma entrevista ainda em campo e aos prantos e disse: "Eu só queria poder dar uma alegria ao meu povo. Para a minha gente que sofre tanto com tantas coisas. Não conseguimos, infelizmente. Desculpa a todos... a todos os brasileiros. Só queria ver meu povo sorrindo. Todo mundo sabe o quanto era importante pra mim ver o Brasil inteiro feliz pelo menos por causa do futebol".
Evangélico ele sempre agradecia a Deus nos finais de jogo e depois da derrota ele se ajoelhou e agradeceu mesmo com uma derrota tão feia.
David Luiz foi com certeza o melhor jogador desse Mundial e ver ele chorar e dizer que "Só queria ver meu povo feliz, pelo menos por causa de futebol"  foi difícil. Senti meus olhos cheios de lágrimas por causa desse homem. Eu até conseguiria aguentar ver a Seleção tomar mais 7 gols da Alemanha e ser ainda mais zuada pelo mundo, mas não aguentei ver os olhos dele vermelhos e a voz embargada daquele jeito.
Espero que em 2018 ele seja convocado e leve a taça.
#TemQuerSerBrasileiroTodoDiaNãoSóEmÉpocaDeCopaDoMundo


"Eu nunca vou desistir. Um dia eu vou alegrar esse povo todo de alguma forma"

Vale lembrar que o Brasil joga sábado dia 12 pelo Terceiro lugar. Vamos colocar a camisa e torcer como se fosse uma final.
Façamos isso pelo David, pelo Julio Cesar, pelo Thiago Silva, pelo Oscar e por todos os outros jogadores que precisam da torcida agora.
#VaiDavid #VaiBrasil 





sexta-feira, 4 de julho de 2014

Tempo para superar


Eu passo os dias lembrando do seu rosto. Lembrando do seu sorriso e da sua forma única de levar a vida.
Eu tenho uma maneira diferente e as vezes errada de demonstrar o amor, mas na verdade depois de tanto de tempo eu acho que você não merece que eu demostre. Você fez tantas coisas erradas e que me machucaram tanto que eu simplesmente prefiro ser fria e fingir que não sinto nada.
Acontece que depois de tanto tempo eu aprendi muito sobre não demonstrar sentimentos a torto e a direito. Mas isso não significa que eu não sinta. Por que eu sinto sabe? Dia após dia eu sinto aquele mesmo amor de sempre. Não exatamente como 'sempre'. 
No começo o amor que eu sentia por você era puro e livre de toda malicia, assim como eu também era.
Mas você estragou tudo, assim como sempre estraga tudo ao seu redor. 
Você não consegue se satisfazer com o que a vida te da,  não se permite amar e recusa se deixar ser amado. 
Por muito tempo eu fingi não enxergar isso, mas um dia foi demais e eu fui obrigada a admitir que eu sempre soube.
Então eu decidi seguir com a minha vida, como se você nunca tivesse sido o personagem principal da minha história. 
Por muito tempo eu consegui viver essa mentira, mas acontece que o ser humano não consegue viver uma mentira para sempre. E eu sempre fui tão verdadeira com tudo e com todos e eu não consegui mas fingir.
A verdade é que eu te amo. Não consigo... não esquecer. Esquecer você, nem meus sentimentos.
Eu acho que eu só preciso de tempo. Tempo para mim, tempo para respirar e tempo para conseguir te superar. 
Bj Bj: Dii

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Continue não me levando tão a sério assim

texto-escola

Você me perguntou porque eu havia parado de escrever sobre as coisas que sinto. Arregalei os olhos como se estivesse surpresa. Aquela era uma questão recorrente, de fato, mas eu não achei que estivesse tão óbvio assim. Dei de ombros e disse em outras palavras que a culpa era da sua falta de interesse. Quero dizer, textos como esse continuaram nascendo na minha mente durante todas as noites de insônia. Estou absolutamente familiarizada com as incógnitas que preenchem esses parágrafos, mas cansei do drama. Não quero mais impressionar ninguém. Nem o espelho.
Te culpo um pouco por ter roubado minha intensidade corriqueira. Mas são tantas fases e depois de você foram tantos chefões quase invencíveis. A tal da inocência a gente perde com a vida e as lições do cotidiano nos ensinam a preservar o tempo que sobra. Foi assim que me dei conta de que às vezes é mais fácil simplesmente deixar a dor na forma mais bruta. Sem críticos ou curiosos que opinam sobre as escolhas que fiz e a profundidade das cicatrizes que ficam.
Algumas coisas ainda me assustam e não sei se vai fazer sentido dizendo assim, mas elas é que me fazem lembrar de você. Será que ainda compartilhamos da mesma estranheza do mundo ou nos transformamos em velocidades tão diferentes ao ponto de nos estranharmos? Talvez eu nunca descubra.
Das vontades que tive, a única que sobreviveu ao tempo é a de dizer um monte de besteira sem ter certeza e não me importar com as consequências, como costumava ser nos intervalos das aulas de sociologia no caminho até a cantina. Você parecia me conhecer tão bem ao ponto de não me levar tão a sério o tempo todo. Ouvia minhas teorias e pedia bis. Nunca mais encontrei alguém que fizesse isso tão bem.
- Escrito por: Bruna Vieira

Gato da semana: Joseph Morgan



Nosso gato dessa semana é o Joseph Morgan o lindo ator britânico que interpreta o vilão sarado e perfeito em The Vampire Diaries e em The Originals.



Eu sempre tive uma quedinha (ou seria melhor dizer uma quedona??) pelos vilões. Mas o Klaus é diferente de todos. Não importa quantas pessoas ele mata ou o quanto ele é perturbado e torturador, ele me encanta.



E a cada episódio eu me via desejando mais e mais ser a Caroline.



Esse sotaque dele... OOOOOH Deus.



A cara de mal. E o jeito sarcastico.















Aaah não tem como não amar!! #CasaComigoKlaus