segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Acabou 2013



Mais um ano que chega ao fim. E quanta coisa aconteceu.
Foi um ano que significou muito. Muitas alegrias, muitas tristezas e muitos finais.
Nesse ano eu terminei meu ciclo na escola. Chorei com o final, é claro que chorei, mas o importante é que eu aproveitei ao máximo meu ''terceirão''. E que agora venha o começo da minha vida de adulta.
 Em 2013 eu li tantos livros que na maioria das vezes nem parecia que eu tinha vida. Vamos ver se ano que vem vou ter tempo pra continuar com esse vicío. Nesse ano eu também amei muito. Amei quem não me amava, amei quem não merecia, quem merecia, quem me amava de volta. Amei quase todos.
É claro que não foi um ano perfeito, mas eu não mudaria nada, porque cada pequena coisa me ensinou muito.
O que desejo para esse próximo ano é: Mais responsabiliidade, mais amor pelo próximo (o próximo longe e o próximo perto), mais paciência, mais humildade, mais de Deus e mais bondade.
Desejo a todos vocês meus Pequenos Amores muito de todo o que o mundo tem de bom em 2014.
Abraços e beijos da equipe do Pequeno Grande Amor.

domingo, 8 de dezembro de 2013

Pode acreditar: você vai sentir muita falta da escola!

O terceirão acabou, mas e agora?
É até meio absurdo pensar nisso agora que você está dando pulos de alegria por, finalmente, ter se livrado da escola, mas acredite: logo mais, você sentirá muita falta de coisas que antes pareciam normais...
Amor
Ver o seu namorado todos os dias de manhã (e poder abraçá-lo quando estiver friozinho).
Escrever o seu nome onde der vontade (e torcer para a professora não dar bronca, hahaha).
Ter carona garantida pra ir e voltar todos os dias! s2
Aproveitar o intervalo para gravar os melhores vídeos com as amigas e morrer de dar risada ao assistir depois.
Ter trotes divertidos por serem os veteranos do colégio.
Inventar penteados perfeitos para serem feitos durante AQUELA aula de matemática.
Poder acordar e já colocar o uniforme, sem ter que ficar mil horas na frente do espelho tentando decidir qual roupa usar.
Ter as BFFs todos os dias do seu lado te acompanhando no que quer que seja!
Manter aquela relação saudável de amor e ódio com a sua sala. (mais amor do que ódio, vai!)
E sentir falta até do sofrimento para acordar cedo, implorando por mais 5 minutinhos.